• Blog
  • Conheça os principais auxílios ópticos para pacientes com baixa visão

Conheça os principais auxílios ópticos para pacientes com baixa visão

Uso de auxílios ópticos para pacientes com baixa visão.

Pessoas que apresentam baixa visão podem encontrar diversas dificuldades no dia a dia. No entanto, graças a alguns tipos de auxílios ópticos, é possível que elas alcancem melhoras na qualidade de vida.

Os óculos com lente de aumento, as lupas, as telelupas, dentre tantos outros instrumentos, são essenciais na vida de algumas pessoas, e, neste texto, vamos falar sobre esses e alguns outros objetos que são tão importantes para auxiliar indivíduos com baixa visão.

Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe!

Óculos com lente de aumento

Esse tipo de óculos possui lentes muito mais fortes que as dos óculos de grau comumente utilizados. Eles serão desenvolvidos de maneira especial para pacientes que possuem baixa visão e é necessário que a pessoa traga o objeto de leitura para bem próximo aos olhos.

Esses óculos são utilizados principalmente para atividades que exigem visão próxima, como ler um livro. Sua maior vantagem é que não há necessidade de segurar os óculos, mantendo as mãos livres para manusear os materiais.

Lupas manuais

As lupas manuais são instrumentos que possuem uma lente capaz de aumentar muitas vezes o objeto de leitura. A pessoa precisa segurá-la enquanto realiza a atividade, mas ela permite que o livro, por exemplo, seja mantido a uma distância usual dos olhos. Desse modo, a leitura torna-se muito mais confortável ao portador de baixa visão.

Lupas de apoio

Lupas de apoio permanecem apoiadas sobre o objeto que está sendo observado e são utilizadas em conjunto com óculos de correção para enxergar de perto. Algumas lupas podem, inclusive, possuir luzes acopladas, que facilitam ainda mais a visão.

Telelupas

As telelupas conseguem ampliar imagens distantes e podem ser utilizadas acopladas aos óculos de leitura ou manipuladas com as mãos. São excelentes para crianças em idade escolar que apresentam baixa visão, já que possibilitam melhor visibilidade do quadro.

Circuito fechado de televisão

O circuito fechado de televisão amplia a imagem através de um sistema de televisão. Além disso, é possível aumentar ou diminuir o contraste de acordo com as necessidades da pessoa portadora de dificuldade visual.

Esse tipo de aparelho é interessante, pois é de fácil utilização, além de tornar a leitura e interpretação de imagens menos cansativa, se comparada a outros auxílios ópticos.

Prismas

Os prismas são instrumentos capazes de mover as imagens do campo visual afetado para uma porção do campo visual saudável. São excelentes para pacientes que possuem cicatrizes na mácula, mas que ainda apresentam a região próxima da lesão intacta (para onde a imagem será desviada).

Auxílios não ópticos

Muitos artifícios não ópticos podem ser utilizados por pessoas com baixa visão, como o aumento das letras em livros, computadores e tablets. Também podem ser utilizados telefones com teclados ampliados.

Outro ponto importante é a redução da complexidade das fontes. Fontes muito elaboradas prejudicam a leitura para pessoas com baixa visão. Então, ao elaborar um texto, é importante priorizar o uso de fontes mais “limpas”, por serem menos cansativas e mais legíveis.

Pessoas que possuem problemas de baixa acuidade visual precisam de instrumentos para melhorar sua qualidade de vida. Se for o seu caso, procure seu oftalmologista, para saber o que é mais indicado para você e seus hábitos de vida.

E aí, gostou do nosso texto e aprendeu um pouco mais sobre os principais auxílios ópticos para pacientes com baixa visão? Então entre em contato conosco, agende uma consulta e invista em sua qualidade de vida!

Conheça os principais auxílios ópticos para pacientes com baixa visão
3.8 (75%) 4 votes

Posts relacionados

Tags:

Deixe um comentário