• Blog
  • Cuidados na escolha de óculos escuros: 4 dicas para garantir a opção correta

Cuidados na escolha de óculos escuros: 4 dicas para garantir a opção correta

Cuidados na escolha de óculos escuros: 4 dicas para garantir a opção correta

Assim como o filtro solar é importante para proteger a pele, o uso de óculos de sol é fundamental para manter a saúde dos olhos e protegê-los de doenças oculares que podem ser provocadas pela exposição solar. Por isso, é importante observar alguns cuidados na escolha de óculos escuros.

Embora o aspecto estético seja o primeiro a ser considerado por muitas pessoas, é preciso entender que esses acessórios têm como principal objetivo proteger contra lesões na retina e agressões de agentes climáticos e ambientais, como poeira, fumaça e vento.

Assim, há aspectos fundamentais que também precisam ser levados em conta. Veja, a seguir, algumas dicas importantes sobre os cuidados que devem ser observados para escolher os óculos de sol adequados às suas necessidades!

1. Evite a aquisição de óculos falsos

É mais comum do que se imagina a venda de óculos escuros falsificados, em praias e semáforos, por vendedores ambulantes e até mesmo por algumas lojas. Muitas pessoas são seduzidas pelo preço baixo e aparência semelhante ao produto de marca original.

O grande problema do comércio paralelo é a baixa qualidade dos produtos que coloca em risco a saúde ocular de quem compra, já que a maioria não apresenta as condições mínimas para a proteção dos olhos contra os raios UV. A lente escura sem essa proteção provoca a dilatação da pupila e aumenta a exposição dos olhos à radiação.

Isso acelera o surgimento da catarata e intensifica a degeneração macular — doença que interfere na visão central. Além disso, os óculos de sol falsificados podem provocar desconforto, cansaço ocular e dores de cabeça. Portanto, ao escolher esses acessórios é fundamental optar por lojas confiáveis, representantes de marcas oficiais.

2. Observe o fator de proteção das lentes

Na hora de escolher os seus óculos, lembre-se de que não se deve optar por qualquer lente escura. É fundamental que elas apresentem excelente qualidade e realmente ofereçam a proteção necessária contra os raios UV (ultravioleta). Para isso, é importante verificar a presença do selo de proteção contra UVA e UVB e certificação do produto, a fim de garantir a qualidade do item.

3. Escolha uma cor de lentes adequada

Outro fator importante na escolha de óculos de sol é a cor das lentes. Isso porque nem todas as cores têm o mesmo efeito e cada uma é mais adequada para determinada necessidade. Veja, a seguir, os diferentes efeitos que cada cor de lente proporciona.

  • cinza — reduz o brilho, sem distorcer as cores, podendo ser utilizada no final do dia, pois não escurece demais;
  • laranja ou amarela — auxiliam no realce da visão noturna, sendo indicadas para as pessoas que precisam dirigir à noite;
  • marrom e âmbar — reduzem o brilho, proporcionam maior noção de profundidade e contraste, sendo indicadas para dias muito claros e calor intenso e para dirigir em estradas;
  • púrpura — indicada para passeios em regiões de mata, floresta ou mar, pois realça o contraste do azul e do verde;
  • verde — aumenta o contraste das cores e diminui a claridade. São indicadas para pessoas com mais de 60 anos, que devido ao processo natural de envelhecimento já perderam um pouco do contraste na visão.

4. Considere o formato dos óculos

Em geral, as pessoas se preocupam com a estética dos óculos de sol, priorizando a harmonização com o formato do rosto. Isso realmente tem uma grande importância. Porém, é fundamental que esse aspecto favoreça, principalmente, a proteção dos olhos.

Nesse sentido, a melhor opção em relação ao formato de óculos deve ser o que envolve bem os olhos, impedindo que a luz de fora entre, já que modelos inadequados podem permitir que os raios UV atinjam a retina, causando danos à visão.

Como vimos, é fundamental observar alguns cuidados na escolha de óculos de sol, como as que comentamos neste artigo, para garantir a proteção necessária contra os raios UVA e UVB e evitar doenças oculares. Para isso, é fundamental considerar as necessidades individuais e adquirir um acessório de boa qualidade em loja que ofereça garantia de origem.

Gostou das dicas deste artigo? Sigas as nossas redes sociais e acompanhe todas as postagens sobre a saúde ocular. Estamos no Facebook, Twitter e Instagram.

Avatar

Prof. Dr. Alexandre Rosa

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e doutorado em Oftalmologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo. Especialista em doenças da retina e vítreo pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Professor de Oftalmologia da Universidade Federal do Pará.

Participe do grupo exclusivo no telegram sobre doenças visuais.

Quero Participar!
Open chat
Olá...Posso ajudar?