Lentes para cirurgia de catarata: qual é a melhor?

Lentes para cirurgia de catarata: qual é a melhor?

Escolher lentes para cirurgia de catarata é um grande desafio, especialmente quando não se sabe exatamente o que avaliar para fazer a escolha. A verdade é que essa decisão deve ser feita de forma conjunta com um oftalmologista de confiança. Apenas dessa forma será possível saber qual é a melhor para o seu caso.

Mas para tornar a decisão mais fácil, você pode começar a estudar as diferentes opções, entendendo quais são os tipos disponíveis, quais são as diferenças entre elas e como fazer a escolha.

Para ajudar você nisso, criamos esse artigo completo. Continue lendo e saiba mais sobre lentes para cirurgia de catarata.

Por que é preciso escolher uma lente para cirurgia de catarata?

Antes de saber mais sobre as lentes para cirurgia de catarata, é importante entender onde essas lentes serão utilizadas e para que elas servem.

A catarata é um problema que ocorre quando o cristalino, uma estrutura que fica entre a íris e o humor vítreo, e serve como uma “lente”, perde a sua transparência, ficando opaca. Como consequência, os raios de luz não conseguem penetrar nos olhos como deveriam e há a perda da visão de forma progressiva.

Atualmente, esse problema é a maior causa de cegueira tratável nos países em desenvolvimento. Veja nosso vídeo e entenda melhor sobre essa doença com a Dra. Izabela Almeida, uma de nossas oftalmologistas.

Felizmente, os avanços da medicina permitem que essa estrutura danificada seja retirada do olho, havendo a necessidade de substituí-la. E é exatamente aí que entram as lentes para cirurgia de catarata.

Elas são uma versão artificial dessa estrutura do olho e, por meio de um procedimento cirúrgico, permitem que o paciente volte a enxergar normalmente. Como essas lentes são colocadas no olho, pode-se aproveitar o procedimento para fazer a correção de outros problemas de visão, como a miopia, astigmatismo ou hipermetropia.

Quais são os tipos de lentes para cirurgia de catarata?

As lentes para cirurgia de catarata podem ser divididas em diversos tipos, dependendo da classificação utilizada. Confira as principais classificações e tire as principais dúvidas sobre o tema.

Por material

As lentes para cirurgia de catarata podem ser classificadas de acordo com o seu material de composição. Isso não tem tanta relação com a qualidade, mas sim com o procedimento necessário para colocá-la.

No caso da lente rígida, também chamada de não dobrável, exige que a abertura necessária para a cirurgia seja maior que no outro tipo. Isso se dá porque, assim como o nome sugere, ela não pode ser dobrada para ser inserida no olho do paciente. Essas incisões precisam ser fechadas, por isso é necessário fazer pequenos pontos na área. Além de trazer mais desconforto para o paciente e aumentar o risco de infecção, esse processo também induz o astigmatismo, problema de visão que pode ser corrigido por meio de óculos de grau.

Já as lentes para cirurgia de catarata flexíveis ou dobráveis são feitas de um plástico fino flexível. Dessa forma, a sua colocação é feita por meio de um instrumento similar a uma seringa, com uma ponta bem fina. Como consequência, não é necessário dar pontos e o paciente se recupera mais rapidamente.

Isso não quer dizer que a flexível é melhor que a outra. Ambas têm qualidade e oferecem ótimos resultados.

Tórica ou não tórica

Além do material, as lentes para cirurgia de catarata podem ser classificadas em tórica ou não tórica. A diferença entre elas é o grau de astigmatismo que conseguem corrigir. Quando se opta pelas lentes não tóricas, por exemplo, pode ser necessário utilizar óculos para fazer leituras.

Monofocais e multifocais

As lentes flexíveis podem se dividir em outras categorias dependendo do número de focos que elas têm. Saiba mais sobre cada um dos tipos:

  • monofocal: dependendo do tipo, melhora a visão para longe. Podem ser tóricas ou não. Atualmente, há as asféricas que também permitem a correção de miopia ou hipermetropia e
  • multifocal: possui mais de um ponto focal, melhorando a vista de longa, média e curta distância. Também podem ser tóricas ou não.

A partir da compreensão de todos os tipos acima, você poderá conversar mais tranquilamente com o seu oftalmologista para definir a melhor opção para o seu caso. Saiba mais sobre as lentes para cirurgia de catarata e a sua escolha na nossa live com nossos oftalmologistas, doutores Lucciano Noblat e Alexandre Rosa.

Lembre-se que apenas um oftalmologista de confiança poderá ajudar você nessa escolha. Se você ainda ficou com alguma dúvida sobre o tema, entre em contato conosco e agende uma consulta com um de nossos especialistas.

Você também pode saber mais sobre lente intraocular neste artigo e conhecer seis tipos de lentes neste link.

Para conferir mais conteúdos sobre saúde ocular, siga-nos no Instagram, no YouTube, no Spotify e no Facebook.

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Receba nossos conteúdos exclusivos!
Assine a newsletter para se manter atualizado de todas as novidades