• Blog
  • Afinal, dormir pouco afeta a visão? Descubra aqui!

Afinal, dormir pouco afeta a visão? Descubra aqui!

Afinal, dormir pouco afeta a visão? Descubra aqui!

Todos nós sabemos que dormir bem é fundamental para a saúde, não é mesmo? Mas você sabia que as boas noites de sono também são essenciais para os olhos? Isso mesmo! Dormir pouco afeta a visão, causando problemas oculares em pessoas de todas as idades.

Por isso, quando você ouvir falar que alguém está apenas descansando os olhos, acredite, pois eles são diretamente beneficiados por um sono de qualidade.

Veja, agora mesmo, quais são os males causados à visão diretamente relacionados à falta de sono e, claro, como melhorar as suas noites de descanso!

Como dormir pouco afeta a visão?

Entre os sintomas mais comuns relatados pelas pessoas que não dormem bem (entre aquelas que têm uma noite ruim de sono e também as que sofrem de insônia) estão a vermelhidão, o lacrimejamento e a ardência, diretamente relacionados às dores de cabeça.

O que não percebemos é que esses sinais podem estar ligados a outras doenças oculares, resultantes de noites mal dormidas — menos de 6 horas por noite já são consideradas insuficientes para um adulto.

Além desses sintomas, as doenças mais comuns são:

  • conjuntivite;
  • olho seco;
  • problemas com a lubrificação ocular, já que existe a tendência de piscar menos;
  • ressecamento da córnea;
  • riscos de alterações vasculares na retina, que podem causar a perda definitiva da visão.

Como melhorar o sono?

Vale lembrar que algumas das doenças oculares citadas, como o olho seco e a conjuntivite, são efeitos da diminuição da resposta imunológica do organismo, que tende a enfraquecer em pessoas que dormem pouco.

Portanto, para melhorar a sua qualidade de vida, de forma geral, invista em bons hábitos a partir dessa noite!

Evite o uso de celulares e tablets antes de dormir

Resista à tentação de dar aquela última olhadinha já na cama, pois a luz azul emitida por esses dispositivos traz o seu corpo de volta ao estado de alerta imediatamente, prejudicando a sua capacidade de relaxar e dormir bem.

Preste atenção na sua alimentação noturna

Por volta de duas horas antes de dormir, evite consumir alimentos que aceleram o metabolismo, como produtos com café e chocolate em sua composição. Também evite alimentos gordurosos ou muito pesados no jantar, que vão exigir muito esforço para a digestão e fazer com que o seu corpo trabalhe, em vez de descansar.

Troque esses alimentos por chás calmantes, leite morno e também frutas ricas em vitamina C: elas são excelentes para cuidar da saúde dos olhos e ainda são um lanche leve.

Cuide do ambiente

Ruídos, excesso de luz e temperatura inadequada são fatores que podem até passar despercebidos por nós na hora de dormir, mas o nosso corpo os percebe durante toda a noite. Pequenos ruídos são capazes de nos trazer de volta dos estágios mais profundos do sono, bem como muito calor ou muito frio não deixam o corpo descansar da forma correta.

Como você pode ver, são ações simples de serem colocadas em prática e que farão toda a diferença na sua qualidade de vida. Afinal, dormir pouco afeta a visão, com certeza, e também prejudica o raciocínio, o desempenho físico e, até mesmo, o bom humor. Não descuide desse momento tão importante do seu dia!

Esperamos ter ajudado você com o nosso conteúdo. Para conferir mais artigos como este, relacionados à saúde dos olhos e bem-estar, de forma geral, assine a nossa newsletter!

Lucciano Norat

Lucciano Norat

Médico Oftalmologista pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Especialista em retina, catarata e ultrassonografia ocular pelo Instituto Suel Abujamra em São Paulo. Observership em retina e tumores oculares no Hospital Johns Hopkins.

Participe do grupo exclusivo no telegram sobre doenças visuais.

Quero Participar!
Open chat
Olá...Posso ajudar?