• Blog
  • Fadiga ocular: você sabe o que é?

Fadiga ocular: você sabe o que é?

fadiga-ocular-voce-sabe-o-que-e

Você já sentiu seus olhos secos, irritados, coçando ou com outros sintomas incômodos? Então fique atento, porque esses podem ser sinais de que você está apresentando fadiga ocular, um problema recorrente e que tem aumentado especialmente por causa do uso de recursos tecnológicos, como smartphones e computadores.

Hoje, vamos falar um pouco sobre a fadiga ocular, mostrar como você pode identificar os sintomas e as causas desse problema e fornecer dicas de medidas preventivas. Acompanhe!

O que é a fadiga ocular?

Astenopia é o termo médico que designa a fadiga ocular. Esse problema acontece quando mantemos nossos olhos fixos em algum ponto próximo durante longos períodos, como ao usar o computador ou celular, por exemplo.

Para conseguir manter a imagem focalizada, os olhos precisam fazer ajustes constantes, que são imperceptíveis para nós. São essas adaptações que fazem com que eles fiquem cansados devido ao esforço dos músculos internos do globo ocular.

Os sintomas que a fadiga ocular ocasiona são:

  • olhos vermelhos, irritados, secos ou lacrimejantes;
  • ardor nos globos oculares;
  • visão dupla ou embaçada;
  • sensibilidade à luz;
  • dor nos olhos, na cabeça, no pescoço, nos ombros e nas costas;
  • dificuldade de concentração.

A fadiga ocular é muito comum e pode atingir pessoas de todas as idades, pois esse problema possui causas diversas.

Quais são as causas desse problema?

Existem dois grupos de situações que podem ocasionar a fadiga ocular nas pessoas. Um dos grupos está relacionado à saúde dos olhos, e o outro tem a ver com nossos hábitos rotineiros. Entenda cada um deles:

Saúde dos olhos

A fadiga ocular pode estar relacionada a problemas, como: miopia, hipermetropia ou astigmatismo. Nesse caso, os olhos precisam fazer um esforço extra para conseguir manter o foco da visão.

Hábitos

As atividades que desempenhamos ao longo do dia também causam a fadiga ocular. Tanto para o trabalho quanto para os momentos de diversão e lazer, os olhos podem sofrer com o esforço que fazem para focalizar o computador, o tablet, o videogame ou o smartphone.

Os globos oculares também se cansam quando dirigimos demais, nos expomos a muita ou pouca luz, quando fazemos leitura por horas seguidas e fazemos outra atividade que exija manter a visão focada em um só ponto.

Com se prevenir da fadiga ocular?

Se você perceber algum sintoma incômodo que possa caracterizar a fadiga ocular, consulte seu oftalmologista para identificar miopia, astigmatismo ou miopia. Ao iniciar o tratamento indicado por esse especialista, faça algumas mudanças em seus ambientes e em sua rotina, como:

  • evite utilizar dispositivos eletrônicos por um período de tempo muito longo;
  • posicione a tela do computador cerca de 50 a 70 cm longe dos olhos e um pouco abaixo da linha da visão;
  • faça o controle de brilho dos seus aparelhos, seja na configuração ou com filtros na tela;
  • mantenha as telas sempre limpas, para que as manchas não dificultem o foco dos olhos nas imagens;
  • elimine objetos que possam fazer reflexos ou que produzam brilho;
  • desvie regularmente o olhar da tela para um ponto distante;
  • faça pausas regulares quando precisar fazer um esforço visual prolongado;
  • mantenha o ambiente livre de poeira, umidade e bem ventilado;
  • durma bem, pois é à noite que os olhos recebem nutrientes para se manterem saudáveis.

Além de tudo isso, não espere os sintomas aparecerem. Faça visitas regulares ao oftalmologista, mantenha uma alimentação equilibrada e o organismo hidratado com água. Dessa maneira, a fadiga ocular vai ficar bem longe da sua vida.

Se você gostou do post de hoje, leia também o nosso artigo Aprenda a cuidar da saúde dos olhos com 5 dicas e saiba como manter sua visão saudável!

Fadiga ocular: você sabe o que é?
Avalie esta publicação

Posts relacionados

Comentários (2)

  • betania vitoria

    |

    eu realmente sinto estes sintomas que falaste mas gstaria de saber porque meu olho mudou de cor.

    Reply

    • RetinaPro

      |

      Ola betania. O ideal é que você seja avaliada por um medico oftalmologista para determinar, ok? Atenciosamente, Equipe RetinaPro (Dr Alexandre, Dr Edmundo e Dra Thais).

      Reply

Deixe um comentário