• Blog
  • Oftalmologista para crianças: por que é preciso levá-las desde cedo?

Oftalmologista para crianças: por que é preciso levá-las desde cedo?

Oftalmologista para crianças: por que é preciso levá-las desde cedo?

O cuidado com a saúde dos olhos deve ser iniciado desde cedo. Ainda na infância, os pais precisam se preocupar com a visão dos filhos, pois nessa fase podem surgir diversas doenças oculares.

A consulta ao especialista precisa ser feita antes da idade escolar ou caso haja alteração no teste do olhinho (também chamado de teste do reflexo vermelho). Esse exame é o primeiro a ser realizado nos olhos e pode detectar tumoresglaucoma congênito, catarata, entre outras doenças congênitas em bebês.

Quer entender mais sobre o assunto? Neste post, apresentamos 3 motivos para levar o seu filho logo cedo e regularmente ao oftalmologista. Continue a leitura e saiba mais!

1. Identificar erros de refração

Os erros de refração (desvio) da luz são responsáveis por produzir os quadros de miopia, hipermetropia e astigmatismo. Eles podem aparecer logo nos primeiros anos de vida. Assim, deve-se procurar o oftalmologista para crianças, principalmente se elas começarem a apresentar alguns sintomas.

Os pais precisam ficar atentos a qualquer sinal de dificuldade para enxergar (tanto de perto quanto à distância), desvio nos olhos (estrabismo) e  dores de cabeça e/ ou nos olhos.

2. Não prejudicar a alfabetização

Esses erros de refração podem afetar bastante a aprendizagem, ainda mais na época de alfabetização. A criança que tem mais dificuldade para ler e para enxergar à distância (como no quadro negro), irá ter como consequência um prejuízo no desenvolvimento escolar.

Por isso, os pais devem ficar atentos a qualquer sinal de dificuldade para enxergar nessa fase. Mesmo quando não apresentam sintomas, é importante procurar o oftalmologista para prevenir problemas e diagnosticá-los o quanto antes. Recomenda-se que seja feita uma avaliação oftalmológica em todas as crianças antes da entrada na escola.

3. Melhorar o convívio social

É comum que as crianças com dificuldade para enxergar tenham problemas de convívio social e de se relacionar com o mundo exterior. Isso porque boa parte do nosso aprendizado e da nossa percepção de mundo vêm da visão e de como assimilamos cores e formas.

Portanto, levar o seu filho ao oftalmologista pode ajudá-lo a evitar diversos problemas, como a falta de interesse na escola, falta de concentração e, até mesmo, a coordenação motora e desenvoltura para se relacionar com as pessoas.

4. Incentivar os cuidados com a saúde

Boa parte dos problemas de visão podem ser tratados, principalmente se o diagnóstico for precoce por meio de exames preventivos. No entanto, algumas pessoas deixam de consultar um médico pela simples falta de hábito prevenção.

Sendo assim, quando você leva o seu filho ainda pequeno ao oftalmologista, já desperta nele uma atenção com a própria saúde. Ou seja, ajuda a desenvolver toda uma cultura de cuidados que persistem por toda vida.

Enfim, o oftalmologista para criança é uma forma de garantir uma visão saudável a longo prazo. Não deixe de levar seu filho para se consultar com um médico e cuidar da saúde dos olhos a vida toda. Pense nisso!

Gostou de saber a importância de ir ao oftalmologista para crianças? Quer conferir mais posts como esse? Então, leia também sobre a relação do estrabismo ocular e a retinosquise infantil!

Oftalmologista para crianças: por que é preciso levá-las desde cedo?
3.3 (66.67%) 3 vote[s]

Tags:

Prof. Dr. Edmundo Almeida

Prof. Dr. Edmundo Almeida

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Pará (1976) e doutorado em Oftalmologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1981). Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo. Pós-doutorado pela Université de Paris (1982). Atualmente é professor adjunto de graduação e residência médica em oftalmologia da na Universidade Federal do Pará, professor adjunto da Universidade do Estado do Pará, Coordenador do Serviço de Prevenção da Retinopatia da Prematuridade na Santa Casa de Misericórdia do Pará e Hospital de Clínicas.Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Oftalmologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Doenças da retina e vítreo, Cirurgia da Catarata, Transplante de Córnea, Uveítes, Prevenção da Retinopatia da Prematuridade e Hanseníase ocular.

Deixe um comentário