• Blog
  • Maquiagem e saúde dos olhos: conheça os principais cuidados

Maquiagem e saúde dos olhos: conheça os principais cuidados

Maquiagem e saúde dos olhos: conheça os principais cuidados

Além de ser um realçador da beleza feminina, a maquiagem se tornou sinônimo de empoderamento e liberdade, pois as mulheres podem, por meio desse recurso, se reinventar, se divertir e expressar sua personalidade abusando das cores e brincando com os estilos. Contudo, apesar de ser um elemento que faz toda a diferença na autoestima de uma mulher, não se pode negligenciar os cuidados com relação à maquiagem e a saúde dos olhos.

Afinal de contas, poucas sabem, mas o uso excessivo da maquiagem na região dos olhos, por exemplo, pode causar uma série de problemas, entre elas a blefarite ― uma inflamação que ocorre nas pálpebras. Por esse motivo, os cuidados com os olhos devem ser redobrados para evitar qualquer tipo de desconforto. Sabendo disso, neste artigo, vamos apresentar alguns hábitos importantes que você deve ter ao usar a maquiagem.

Confira!

Verifique a qualidade e validade dos produtos

A maquiagem faz parte da sua rotina e você não abre mão dela? Então, invista em produtos de qualidade. Hoje, o mercado de cosméticos tem disponibilizado um leque bastante variado de produtos para a beleza, mas é de suma importância que você saiba escolher o melhor.

Isso porque o uso de produtos de baixa qualidade ou vencidos afeta a saúde da sua pele e principalmente dos olhos, causando como consequência:

Vale ressaltar que os olhos são considerados partes sensíveis do corpo. Logo, estão passíveis de irritação e infecções bacterianas quando em contato com produtos vencidos ou de má qualidade, provocando, por exemplo, a tão conhecida e temida conjuntivite.

Sendo assim, além de manter atenção aos prazos de validade quando for montar o seu kit de maquiagem, é importante verificar se os produtos foram aprovados pela ANVISA e se têm o selo do INMETRO. A nossa dica é que você escolha marcas que já são conhecidas no mercado e que têm boa reputação perante o público.

Faça a limpeza correta dos olhos pós-maquiagem

Atire a primeira pedra quem nunca dormiu maquiada ou fez uma limpeza sem se importar se seria bem-feita? Esse hábito, apesar de ser muito comum, não é nem um pouco benéfico para a saúde da sua pele e olhos.

Os motivos são bastante óbvios, pois tanto a remoção mal feita quanto a falta dela impede a respiração da derme. Essa ação gera como reação o aumento da oleosidade e a perda do brilho e viscosidade da face, contribuindo com o envelhecimento precoce. Nos olhos, essa falta de cuidado provoca irritação e dermatites.

Por isso, é fundamental que você faça a remoção completa da maquiagem antes de dormir, com o auxílio de um bom demaquilante. A limpeza consiste em fazer movimentos circulares e suaves sobre a face e enxaguar com água em abundância. Lembrando de utilizar sabonetes neutros e hidratar a pele após a limpeza.

Não compartilhe seus produtos de maquiagem com outras pessoas

Sabia que emprestar seus produtos de maquiagem para outras pessoas pode causar danos à sua saúde? Isso porque doenças como herpes e conjuntivite são facilmente transmitidas durante o compartilhamento dos produtos, além de aumentar as chances de ocorrer outros tipos de infecções bacterianas.

Por esse motivo, os produtos de maquiagem são considerados de uso pessoal. Logo, não é aconselhável compartilhar esses itens com outras pessoas. Caso você queira solicitar o serviço de um maquiador profissional, por exemplo, procure saber se é possível utilizar o seu próprio kit, ok?

Sabemos que esse recurso faz parte da rotina da maioria das mulheres, por isso, os cuidados com a maquiagem e a saúde dos olhos devem andar sempre de mãos dadas. Logo, se torna essencial colocar em prática todas essas dicas, para evitar problemas que provoquem o efeito contrário ao esperado.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre o assunto? Então, confira nossas 11 dicas para você cuidar da saúde dos seus olhos.

Trackback do seu site.

Avatar

Prof. Dr. Alexandre Rosa

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e doutorado em Oftalmologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo. Especialista em doenças da retina e vítreo pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Professor de Oftalmologia da Universidade Federal do Pará.

Participe do grupo exclusivo no telegram sobre doenças visuais.

Quero Participar!
Open chat
Olá...Posso ajudar?