• Blog
  • Qual a diferença entre Hordéolo e Calázio?

Qual a diferença entre Hordéolo e Calázio?

Quais as diferenças entre Hordéolo e Calázio?

Entre os distúrbios que podem afetar os olhos, algumas doenças da pálpebra às vezes se confundem, como é o caso do hordéolo (terçol) e do calázio (cisto de pálpebra).

Nas pálpebras, além dos cílios, existem três tipos de glândulas denominadas Meibomius, Zeiss e Mol. Essas glândulas produzem a camada lipídica do filme lacrimal, impedindo a evaporação do mesmo, melhorando a lubrificação do globo ocular. Seu funcionamento é essencial para a normalidade dos olhos.

Nessas estruturas glandulares, podem ocorrer infecções ou inflamações, afetando a saúde das pálpebras. Conheça neste artigo a diferença entre hordéolo e calázio.

Quais são os sintomas?

O hordéolo, também conhecido como terçol, é a consequência de uma infecção das glândulas por bactérias.

Já o calázio, ou cisto de pálpebra, resulta de uma inflamação das glândulas da pálpebra.

Por ser uma infecção, o terçol se parece com uma espinha inchada na base dos cílios, apresentando uma pequena pústula (pus).

Por sua vez, o calázio é um inchaço, uma reação inflamatória provocada pelo entupimento do canal de secreção da glândula. Por essa razão, forma um cisto ou nódulo cheio de líquido.

Os principais sintomas das duas doenças são: sensibilidade, inchaço e vermelhidão nos olhos.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico das doenças da pálpebra pode ser feito a partir de um exame clínico no consultório do oftalmologista. No entanto, durante os primeiros dias os distúrbios podem não se diferenciar um do outro.

Embora em alguns casos o calázio possa se desenvolver por toda a extensão da pálpebra, é comum que ele mantenha um ponto específico doloroso.

Qual é o tratamento para doenças da pálpebra?

As doenças de hordéolo e de calázio podem ser curadas e os tratamentos são efetivos. A drenagem natural do terçol pode ocorrer alguns dias após o início dos sintomas.

Recomenda-se que não seja feita a expressão da glândula infectada, devido o risco de disseminar a infecção..

O uso de compressas mornas aplicadas de duas a quatro vezes por dia ajuda a acelerar a maturação e a drenagem natural.

Já o calázio, de maneira geral, tende a desaparecer espontaneamente em dentro de algumas semanas. A aplicação de compressas mornas também auxilia na diminuição do inchaço, facilitando a drenagem do líquido represado pela obstrução do canal.

A utilização de medicamentos antibióticos, a princípio, não é uma medida recomendada para o tratamento.

Para quem sofre de reincidências frequentes de calázio, o oftalmologista pode optar por uma intervenção cirúrgica para desobstrução do canal da glândula afetada.

É importante ressaltar que, em qualquer que seja a ocorrência, hordéolo ou calázio, deve-se procurar orientação e tratamento em uma clínica oftalmológica. Você está cansado do mesmo tipo de atendimento? Venha experimentar algo diferente, consulte-se na RetinaPro.

Qual a diferença entre Hordéolo e Calázio?
4.3 (85.71%) 7 votes

Posts relacionados

Tags:

Prof. Dr. Edmundo Almeida

Prof. Dr. Edmundo Almeida

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Pará (1976) e doutorado em Oftalmologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1981). Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo. Pós-doutorado pela Université de Paris (1982). Atualmente é professor adjunto de graduação e residência médica em oftalmologia da na Universidade Federal do Pará, professor adjunto da Universidade do Estado do Pará, Coordenador do Serviço de Prevenção da Retinopatia da Prematuridade na Santa Casa de Misericórdia do Pará e Hospital de Clínicas.Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Oftalmologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Doenças da retina e vítreo, Cirurgia da Catarata, Transplante de Córnea, Uveítes, Prevenção da Retinopatia da Prematuridade e Hanseníase ocular.

Deixe um comentário