Quando operar a catarata?

quando-e-a-hora-de-operar-a-catarata-unsmushed

Quando operar a catarata? Essa é uma dúvida muito frequente, especialmente no público da terceira idade. A doença geralmente é silenciosa e pode comprometer a visão, exigindo, muitas vezes, a intervenção cirúrgica. No entanto, nem sempre essa condição é grave e o procedimento pode não ser necessário.

Infelizmente, a saúde ocular ainda é negligenciada. Muitos casos de perda parcial ou total da visão poderiam ser evitadas. A Organização Mundial da Saúde estima que mais de um bilhão de pessoas convivem com alguma deficiência visual por não receberem os cuidados necessários. Segundo o órgão, 80% dos casos poderiam ser evitados se fossem diagnosticados e tratados adequadamente.

A entidade também informa que a catarata é a principal causa de cegueira reversível no mundo. De forma geral, pessoas acima de 50 anos são as mais afetadas por essa condição ocular. Quer saber quando operar a catarata? Continue lendo e veja o artigo que preparamos sobre esse assunto.

Como a catarata afeta a visão?

Antes de falarmos sobre quando operar a catarata, vamos explicar como ela acontece. Essa condição ocular afeta o cristalino, deixando-o opaco. Essa parte do olho pode ser definida como uma lente natural. Com a doença, ele vai perdendo a sua transparência.

A opacidade do cristalino promove a sensação de embaçamento na visão. Com o tempo, a pessoa pode apresentar dificuldades para desempenhar suas atividades do dia a dia. Como já vimos, a doença pode também trazer prejuízos mais sérios à visão, inclusive a cegueira, que pode ser reversível.

Em relação à causa, a catarata pode ser congênita ou adquirida. A forma mais comum da doença é devido ao envelhecimento natural do cristalino, por isso a doença é mais comum em pessoas da terceira idade.

Como você já sabe, o tratamento é cirúrgico. No procedimento, o médico retira o cristalino opaco e implanta uma lente intraocular, devolvendo a visão ao paciente.

Afinal, quando operar a catarata?

Segundo uma publicação no PEBMED, um dos maiores portais de atualização em Medicina no Brasil, a cirurgia de catarata é o procedimento mais realizado no mundo. Isso se dá pelo aumento de expectativa de vida global e o aumento da população idosa.

O avanço da medicina e a tecnologia possibilitaram que esse procedimento oftalmológico também evoluísse em suas técnicas, tornando-se mais eficaz e seguro.

Mas, afinal, quando operar a catarata? De forma geral, um médico oftalmologista orientará a cirurgia:

  • quando a doença se encontrar em estágio avançado;

  • estiver comprometendo segurança física do paciente;

  • ao apresentar dificuldade para se locomover na penumbra e

  • o paciente tiver dificuldade para ler, dirigir ou realizar suas tarefas diárias.

Você sabia que a catarata não é uma urgência oftalmológica?

Para quem está procurando saber quando operar a catarata, precisamos explicar que nem sempre essa condição se caracteriza em perda de visão ou necessidade de cirurgia. Para você entender melhor, confira o que o Dr. Lucciano Norat, oftalmologista da RetinaPro, fala sobre a catarata e seu tratamento:

“Nem toda catarata precisa ser operada. Normalmente ela não é uma urgência oftalmológica. Mas também não podemos esperar demais. A partir do momento que a condição está influenciando na visão, não existem dúvidas que precisa ser operado. (…) Catarata é tratada com procedimento cirúrgico, mas, vai depender do grau da doença para indicar a cirurgia ou não. O procedimento será orientado quando a baixa de visão do paciente for condizente com o nível de catarata que ele tem. Deve-se evitar chegar em uma fase avançada para a realização do procedimento. Não que a cirurgia vai dar problema, mas as chances deles acontecerem são maiores e a recuperação pode ser mais lenta. Quando operar a catarata? Quando ela estiver influenciando na visão do paciente. Isso quem vai saber? O médico, em conjunto com o paciente.”.

Ou seja, recomenda-se a cirurgia de correção quando ela estiver influenciando na qualidade de vida e na segurança do paciente. Lembrando que nem todas as pessoas que têm catarata terão diminuição na capacidade da visão.

Não esqueça que as consultas periódicas ao oftalmologista são essenciais para prevenir qualquer problema de saúde ocular, bem como a realização dos exames complementares.

Agora que você sabe quando operar a catarata, que tal conferir o bate-papo com o Dr. Luciano e Dr. Alexandre Rosa sobre a cirurgia de catarata? Basta clicar no vídeo abaixo.

Prof. Dr. Alexandre Rosa

Dr. Alexandre Rosa possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Pará (UFPA/1996) e doutorado em Oftalmologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP/2005). Especialista em doenças da retina e vítreo (retinólogo) pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo. Atualmente, é médico preceptor da residência médica do Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza, além de ser professor de Oftalmologia da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Receba nossos conteúdos exclusivos!
Assine a newsletter para se manter atualizado de todas as novidades


Skip to content